O que te falta para ser produtor de grão reidratado?

Uma alternativa estratégica para alimentar o gado. Seu Otávio Prando da fazenda Estiva começou a produzir para seus animais e hoje virou rotina na fazenda. 

Seu Otávio, proprietário da Estiva, produz leite há 4 anos e hoje tem um total de 89 vacas em lactação em um sistema semiconfinado.  Utiliza a silagem de milho como volumosos, contando com uma produção aual de 650 toneladas. 

No ano de 2023 se interessou em saber mais sobre produção de silagens de grãos e procurou nossa equipe para entender sobre os processos. Com um vagão recém adquirido na fazenda, nossa equipe orientou seu Otávio a utilizar o equipamento para realização da silagem de grão reidratado. Seu Otávio recebeu um guia personalizado de boas práticas e orientação de como produzir a silagem, abriu uma trincheira na fazenda e realizou a ensilagem de grão reidratado de sorgo. 

Já na primeira ensilagem, Seu Otávio observou os resultados, com maior aceitação pelas vacas da raça Jersey e a redução do uso de milho seco, além disso, o retorno sobre o investimento foi maior, pois aproveitou uma oportunidade de mercado de sorgo com preço reduzido.

Após essa primeira experiência positiva com o reidratado de sorgo, abriu outra trincheira e hoje faz silagem de grão de milho reidratado, prática que ficará na fazenda devido aos grandes benefícios. Levou como lição, a prática de deixar o silo fechado por mais tempo, para ganhar mais digestibilidade dos grãos e ter um custo-benefício ainda maior com o melhor aproveitamento do amido dos grãos.

Utilizou Kerasil Grão Úmido, inoculante composto por bactérias que auxiliam na padronização e otimização da fermentação da silagem, além do controle de crescimentos de microrganismos indesejáveis. Obteve uma silagem de alta qualidade com perdas reduzidas.  

– Vantagens de se utilizar silagem de grãos reidratados: 

1) Fácil Planejamento

2) Acessível a todos

3) Ganhos na digestibilidade do amido

4) Aproveita oportunidades de mercado

– O que preciso para produzir silagem de grão reidratado?

1) Grão seco inteiro ou já moído

2) Triturador (moinho traçado pelo trator)

3) Água (aspersão de água de forma homogênea, adaptando uma mangueira na parte inferior do triturador ou no vagão já com o milho moído)

4) Equipamento/Máquina para homogeneizar a mistura e despejar no silo (vagão forrageiro, graneleira)

5) Silo (superfície, trincheira, bag, manilha)

6) Inoculantes (microbiológicos)

7) Lona para vedação (ideal: vedar laterais e superfície)

* Não existe a forma correta de se fazer silagem de grão reidratado, sendo que o sistema de produção pode ser adaptado às condições da fazenda. O importante é seguir as recomendações técnicas para garantir melhor fermentação e estabilidade aeróbia da silagem, maior digestibilidade do alimento pelos animais e menores perdas. 

– O que é importante estar atento:

1) A umidade do material ensilado precisa estar entre 35 a 40% (aparecimento da linha negra na base do grão).

Uma imagem contendo edifício, mesa, velho, forno

Descrição gerada automaticamente

2) A moagem dos grãos deve ser feita em peneira com crivo entre 3 a 5 mm. Lembrando que quanto maior o tamanho da partícula, maior será o tempo de armazenamento para atingir valores ideais de digestibilidade do amido. 

Uma imagem contendo comida, xícara, mesa, perto

Descrição gerada automaticamente

3) Utilizar água de qualidade até atingir a % ideal de umidade (teste do bolinho)

Pedaço de doce

Descrição gerada automaticamente com confiança baixa

4) Utilizar inoculante de qualidade e com as bactérias ideais para melhor conservação da silagem e qualidade final.As bactérias contidas no Kerasil Grão úmido auxiliam na diminuição do pH da silagem, padronizando e otimizando o processo de fermentação, além de controlarem o crescimento de fungos e leveduras, melhorando a preservação e qualidade da silagem.  

5) Vedar o silo com lona de qualidade (virgem e com proteção contra UV). De preferência, utilizar lona de barreira ao oxigênio.

5) Compactar o material até atingir uma média de 900 a 1000 kg/m3

6) O tempo de estocagem é primordial para garantir ganhos na digestibilidade do amido e na produção animal. A recomendação é manter o silo fechado por no mínimo 60 dias. 

7) O manejo de retirada da silagem deve respeitar fatia mínima diária de 20 cm. Manejo essencial para maior preservação do material ensilado.

No gráfico abaixo, têm-se o resultado de um estudo que avaliou diferentes tamanhos de partículas de silagem de grão úmido sobre a digestibilidade do amido. Houve redução de 5,7 unidades percentuais quando o grão de milho apresentou tamanho médio superior a 2 mm (Ferrareto et al., 2013). 

No gráfico abaixo tem-se o aumento da digestibilidade ruminal da matéria seca com o aumento do tempo de armazenamento de silagem de grão reidratado, com diferentes tamanhos de partículas (Gervásio et al., 2023).

Seu Otávio não deixou a oportunidade passar, e desenvolveu o seu próprio sistema de produção de silagens de grão reidratado. Faça o mesmo, aproveite a oportunidade. 

Conte com nossa equipe para maiores informações.

Compartilhe

FIQUE ATUALIZADO SOBRE NOVIDADES

Receba atualizações gratuitas em seu e-mail

Linha Jansen, s/n, Segundo Distrito Farroupilha — RS — Brasil

SIGA A KERA NAS REDES SOCIAIS

Rolar para cima